SAÚDE – Campanha Dezembro Vermelho é aberta na Feirinha da Gente e segue com ações durante todo o mês

0
11

Foi lançada oficialmente neste domingo (01), na Feirinha da Gente, a campanha Dezembro Vermelho, abrindo o mês de luta contra a AIDS. Diversos serviços foram oferecidos aos caxienses que passaram pela Praça Vespasiano Ramos, no Centro de Caxias, para acompanhar as atrações e conferir as opções. A mobilização tem um objetivo: parar a AIDS, que acomete pessoas de diferentes idades, com mais de 40 mil novos casos por ano no Brasil. A campanha vai passar por diversos pontos da cidade.

“Estamos lançando aqui na Feirinha da Gente a campanha Dezembro Vermelho, que é de fácil acesso. O alerta é o tema da campanha “Pare a AIDS”, justamente para que as pessoas possam fazer a prevenção primeiro. E, também, buscar fazer o teste, principalmente nesse mês de dezembro, em vários locais”, afirma Kelma Bezerra, coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento e o Serviço de Assistência Especializada (CTA/SAE).

“O teste te dá segurança dentro de sua casa, então é importante você estar fazendo”, afirma Marcos Xavier, funcionário público.

“É importante a gente estar fazendo esses exames”, disse o empresário Cantareli.

Aferição de pressão arterial, teste de HIV, sífilis, testes de hepatite B e C, entrega de gel e preservativos masculinos e femininos também fizeram parte da mobilização realizada pelo CTA/SAE.

“É importante essa participação, e será durante todo o mês de dezembro, com o apoio da Prefeitura de Caxias”, afirma João Antônio, secretário de Indústria e Comércio.

“É importante você saber o que está acontecendo com o seu corpo, então vale a pena vir e fazer”, frisa Conceição Sales, empresária.

“Muitas pessoas têm medo de fazer esse exame por conta de alguma coisa que possa acontecer. Mas não tenha medo, prevenir é melhor”, afirma a empresária Socorro Brandão.

Jovens e idosos são dois públicos com maior incidência de casos do vírus da AIDS, ultrapassando os mais de 900 casos da doença em Caxias. Ao todo, são 911 casos de pessoas infectadas com o vírus da AIDS. No entanto, muitas pessoas não sabem que têm o vírus. Daí a importância de procurar o CTA/SAE, para que a pessoa faça o teste e seja encaminhada ao tratamento.

“A nossa preocupação é exatamente com essas pessoas que nem sabem que estão com o vírus. Por isso, a gente pede que todos façam o teste”, reforça Kelma Bezerra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here