Condenado por morte de casal Richthofen, Daniel Cravinhos sai da prisão Daniel estava, desde 2013, em regime semiaberto, onde era agraciado com cinco saídas temporárias por ano

Depois de ter sido condenado a 39 anos pela morte dos pais de Suzane von Richthofen, Daniel Cravinhos deixou a penitenciária em Tremembé, interior de São Paulo, nesta terça-feira (16). Ele agora integra o regime aberto e cumprirá o resto da pena em liberdade. Daniel era namorado de Suzane na época em que o crime foi cometido, em 2002 (ano em que foram presos). As informações são do G1.

Em 2006, Cravinhos foi condenado pelo assassinado do casal von Richthofen – junto com o irmãi, Christian e Suzane. Chistian teve o regime aberto concedido em agosto do ano passado e a defesa de Suzane já entrou com o pedido para que ela também cumpra o restante da pela em liberdade.

Daniel estava, desde 2013, em regime semiaberto, onde era agraciado com cinco saídas temporárias por ano. Esse é o caso atual de Suzane von Richthofen.

Ele cumpriu 16 anos de prisão, tendo sido abatido dois por conta de trabalhos realizados na prisão. Procurada pela reportagem, a advogada de Daniel, Mônica Silva, confirmou que o cliente deixou a prisão, sem dar maiores detalhes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here