Desesperada, jovem mãe anuncia no Facebook que pretende doar filhas por falta de condições financeiras

A crise financeira que ora vive o Brasil, como milhões de pessoas desempregadas, tem provocado situações desesperadoras nos quatro cantos do País. Quem sofre mais com a falta de dinheiro em casa são as mães, preocupadas com a alimentação e o bem-estar dos filhos.

A cidade de Mundo Novo, distante 300 km de Salvador, na Bahia, ficou estarrecida com o anúncio que uma mãe fez nas redes sociais. Uma jovem mulher anunciou que estaria doando as duas filhas, uma de três anos de idade e a outra de apenas nove meses, através do seu perfil no Facebook.

Todavia, após conversar com o Conselho Tutelar do município, a mulher desistiu da doação e fez uma nova postagem no Facebook, nesta terça-feira (16), se dizendo arrependida por ter pensado em dar as crianças para outra pessoa criar.

 

Na primeira postagem, a mulher escreveu que não tinha condições financeiras de criar as meninas, que o pai delas seria ausente e que ela estava passando dificuldades. Por conta do anúncio, moradores da cidade denunciaram o caso ao Conselho Tutelar da cidade.

A jovem mãe também escreveu no Facebook que estava prestes a ser despejada da residência onde mora pegando aluguel. “Depois da conversa, fizemos o encaminhamento para que ela pudesse ter assistência do município”, explicou o conselheiro Vinícius Cerqueira à imprensa local.

“Ficamos cientes através da população. Fomos na casa dela e conversamos. Ela disse que foi um momento de desespero, que estava passando fome e que não queria ver as filhas passando por essa situação”, acrescentou o conselheiro.

Depois da conversa com o Conselho Tutelar, a mãe arrependida fez outra postagem nas redes sociais. “Tanto conselho que recebi, que resolvi voltar atrás. Foi errado. Deus vai me ajudar e eu não vou desistir de minhas duas filhas”, escreveu.

Apesar de o episódio ter provocado revolta em parte da população de Mundo Novo, muita gente ficou solidária com a pobre mãe e resolveu ajudar. Inclusive, já haviam pessoas dispostas a adotar as duas meninas.