Pedreiras Polícia prende suspeito de matar deciente física Maria de Jesus foi assassinada com golpes de faca na última terça-feira na cidade de Pedreiras

 

Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da 14ª Delegacia Regional de
Pedreiras/MA, prendeu ontem, 16, o responsável pela morte de uma deciente
física que gerou grande comoção na cidade de Pedreiras, interior do Maranhão, na
última terça-feira. Leandro Caio Lima Damasceno, de 19 anos, assassinou Maria de
Jesus Soares, conhecida como Mariazinha, na sua própria casa, com golpes de faca e
fugiu levando a motocicleta da vítima.
Após tomar conhecimento do crime, a polícia deu início a diligências no sentido de
identicar e encontrar o criminoso. Identificado.

 

Leandro estava sendo monitorado pela polícia. Ainda na tarde de ontem, o assassino resolveu se entregar. As investigações
permanecem em curso sob a coordenação dos delegados de Polícia Civil Diego Maciel
Ferreira, Lucas de Carvalho Smith e Jânio José Aragão.
Leandro foi interrogado e acabou confessando o homicídio. Ele alegou o crime foi
motivado por uma discussão com a vítima dias antes do fato, por conta do suspeito
ter separado uma briga entre dois adolescentes que ocorrera dias antes. Entretanto, a
polícia ainda não localizou a motocicleta subtraída do local do crime.

Vale ressaltar que até o presente momento a Polícia Civil não possui qualquer elemento
que indique que se trata de crime de feminicídio, uma vez que o fato criminoso não foi
motivado por qualquer razão da condição de sexo feminino da vítima, ou seja, não foi
praticado no contexto de violência doméstica e familiar, nem por conta de menosprezo
ou discriminação à condição de mulher.
Entretanto, Leandro deve ser indiciado pelo crime de homicídio qualicado
pelo
motivo torpe, motivo fútil e com emprego de recurso que dicultou
a defesa da
vítima, nos moldes do artigo 121, § 2º, incisos I, II e III, do Código Penal Brasileiro além do
crime de furto, previsto no art. 155 do Código Penal, uma vez que o suspeito ainda
subtraiu a motocicleta da vítima para poder se esvair do local.

Jornal Imparcial

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here