Motorista que atropelou e matou mulher em Teresina se apresenta e diz que houve falha no freio

O motorista Cícero Oliveira, 35 anos, envolvido no atropelamento que matou a recepcionista Cristiane Paz Costa, 34 anos, no dia 24 de janeiro, prestou depoimento à Polícia Civil nesta segunda-feira (29). Ele chegou à Delegacia de Repressão aos Crimes de Trânsito por volta das 15h com o rosto coberto, acompanhado de seu advogado. O teor do depoimento não foi informado.

Essa foi a primeira vez que o motorista falou à polícia. A defesa, feita pelo advogado Wallysson Soares, declarou que, segundo Cícero, houve uma falha no sistema de freios do ônibus linha 615 (Saci – Miguel Rosa), da empresa Transcol. Uma perícia técnica no veículo vai verificar essa possibilidade.

“Tudo que for dito por ele vai ser posto à prova, a perícia deve constatar ou não. Ele disse que no percurso da [avenida] Frei Serafim viu que o sinal estava piscando, tentou acionar os freios, mas eles não responderam, isso vai ser fácil de verificar por meio da perícia. Conforme for esclarecido, ele vai ser responsabilizado”, disse.

Em um vídeo que mostra o momento do acidente, é possível ver que carros param no sinal ao lado do ônibus, mas este continua, atingindo Cristiane. A defesa afirmou que o sinal estava piscando do verde para o amarelo.

O caso segue sob investigação e a defesa da família de Cristiane até cogitou mudar a apuração para a Delegacia de Homicídios, após a sua morte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here