Fisioterapeuta desaparecida é achada morta e nua dentro de poço

Um crime chocou a população de Magé, na Baixada Fluminense. O corpo da fisioterapeuta Joelma Rosa de Oliveira, 40 anos, foi encontrado dentro de um poço de um centro espírita, nessa terça-feira (27). A vítima, achada amarrada e nua, estava desaparecida desde quarta-feira passada (21), dia em que se comunicou pela última vez com o pai.

“Por que fizeram isso com minha filha? Por que a Polícia Civil ainda não isolou o local e realizou uma perícia?”, questionou o pai da vítima, o empresário Jonas de Oliveira, de 63, na manhã desta quarta-feira (28), em entrevista ao O Dia. No dia em que falou com pai, Joelma disse que dormiria no centro, onde frequentava há dez anos, porque teria uma paciente cedo na manhã seguinte.

assalto no Rio”O sonho dela era abrir uma clínica na Taquara, bairro de Magé”, disse o designer Jonas Oliveira Júnior, de 34, irmão dela. A suspeita do sumiço da mulher foi sentida pelos frequentadores do centro. “Não estranhamos o desparecimento dela porque era muito comum minha irmã ficar lá”, explicou Jonas.

De acordo com o delegado Antonio Silvino, os donos do centro já foram chamados para prestar depoimento. “O poço tem seis metros de profundidade e estava com água. Os donos do terreno disseram que não viram nada, apenas encontraram o corpo”, disse o delegado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here