Sérgio Moro determina prisão de Lula da Silva

Sérgio Moro, o juiz federal, ordenou esta quinta-feira a prisão do ex-presidente do Brasil Lula da Silva, noticia a G1.

O juiz pediu que o ex-presidente se entregue, voluntariamente, na Polícia Federal de Curitiba na sexta-feira até às 17h locais (21h em Portugal Continental).

“Relativamente ao condenado e ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17h00 do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão”, afirmou Sérgio Moro.

O ex-presidente brasileiro foi condenado, em segunda instância, a 12 anos e um mês de prisão, em segunda instância, no passado mês de janeiro por, alegadamente, ter recebido um apartamento de luxo como suborno da construtora OAS em troca de favorecer contratos com a Petrobras.

Na quarta-feira, o pedido de habeas corpus apresentado pela defesa pretendia que histórico líder do Partido dos Trabalhadores (PT) aguardasse em liberdade enquanto não esgota todos os recursos de defesa que tem à sua disposição. O pedido, no entanto, foi rejeitado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), com uma votação de seis contra cinco.

O PT, que afirmou que a “constituição foi rasgada” , pretende que Lula da Silva seja o candidato do partido às próximas eleições presidenciais, agendadas para outubro. O ex-presidente está, inclusive, em primeiro lugar nas intenções de voto.

[Notícia em atualização]