Jovem atacado à facada pelo avô enquanto dormia

Um jovem de 27 anos foi atacado à facada pelo próprio avô, com quem mora, domingo, quando estava a dormir. Não foi a primeira vez que desentendimentos entre ambos terminaram de forma violenta.

O caso aconteceu na Rua Comandante João de Paiva Faria Leite Brandão, da freguesia de Polvoreira, Guimarães, pouco depois das 11 horas.

O jovem acordou com as agressões do avô, de 77 anos, e, apesar de ter tentado defender-se, chegou a ser atingido com a faca na zona do pescoço, embora o corte não fosse profundo. O homem conseguiu desenvencilhar-se do ataque do avô, que também sofreu escoriações durante a luta.

Foram acionados os Bombeiros Voluntários de Guimarães, que receberam o alerta às 11.11 horas, mobilizando para o local duas ambulâncias com quatro elementos que socorreram as vítimas com apoio da Viatura Médica de Emergência e Reanimação do INEM.

Ambos os feridos foram transportados para o Hospital de Guimarães. Devido aos ferimentos com arma branca, o estado do neto foi considerado grave. Recebeu tratamento e, apurou o JN, ausentou-se do Hospital antes de receber alta hospitalar. O idoso sofreu ferimentos de menor gravidade e teve alta cerca de uma hora depois de ter chegado ao Hospital.

Na vizinhança, o acontecimento não apanhou ninguém de surpresa. O quadro de violência entre avô e neto é conhecido há muito e “era uma questão de tempo até as coisas se tornarem mais graves”, disse um vizinho ao JN, sob anonimato. A PSP de Guimarães foi chamada ao local. Os dois foram identificados e o caso vai ser participado ao Ministério Público de Guimarães.

Os episódios de violência entre ambos já são recorrentes e esta não é a primeira vez que bombeiros ou PSP são chamados ao local. Desta vez foi o neto que sofreu os ferimentos mais graves