PM faz parto em rodovia, visita bebê no hospital e salva grávida na saída

A sargento da Polícia Militar Gisele Bertucci teve uma manhã diferente no trabalho nesta quinta-feira (19). De plantão no posto policial em frente à Cidade Administrativa, na MG-010, na Grande BH, ela se viu diante de uma situação inusitada: fazer o trabalho de parto de uma jovem no meio da estrada.

A grávida seguia para o hospital, mas não aguentou esperar, e os dois homens que estavam no carro — o pai e o irmão dela — pediram ajuda no posto da polícia. Enquanto outros policiais sinalizaram a estrada, a sargento Gisele improvisou para fazer o parto: ela amarrou e cortou o cordão umbilical com um fio dental.

Em entrevista ao R7, Gisele disse que nunca havia feito um parto e que vai levar para sempre a memória deste dia 19 de abril de 2018: “Foi uma situação muito emocionante. Não é uma coisa que acontece todo dia. Nós [policiais] estamos acostumados com outras situações, e trazer uma criança ao mundo é sensacional”.

Após o nascimento do bebê, que ganhou o nome de Heloá, mãe e criança foram levados ao hospital Risoleta Neves, em Ribeirão das Neves, na Grande BH. Ambos passam bem.

Gisele ajudou o bebê a nascer na rodovia MG-010

Arquivo Pessoal

Segunda grávida 

Já no fim da manhã, Gisele foi ao local ver o bebê da jovem, que tinha dado à luz na estrada. Na saída, um ônibus parou e as pessoas estavam pedindo socorro, pois tinha outra mulher em trabalho de parto dentro do coletivo. Desta vez, a sargento conseguiu levar a mulher para o hospital, que já estava em trabalho de parto.

No mesmo dia em que ajudou duas mulheres a dar à luz, a sargento Gisele recebeu a notícia da morte do avô no final da manhã. Ao R7, informou que pediu liberação do trabalho para acompanhar o enterro no interior de Minas Gerais.

* Estagiário do R7, sob supervisão de Raphael Hakime

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here