Irlanda diz sim à legalização do aborto com mais de 60% dos votos

Women celebrate the result of yesterday's referendum on liberalizing abortion law, in Dublin, Ireland, May 26, 2018. REUTERS/Clodagh Kilcoyne TPX IMAGES OF THE DAY - RC14FFFCE500

AIrlanda disse sim à legalização ao aborto com mais de metade dos irlandeses a votarem a favor da despenalização da interrupção voluntária da gravidez, no referendo que se realizou no país-

De acordo com a BBC, o ‘sim’ pela legalização do aborto obteve 66,4% dos votos. De salientar ainda que 64.1% da população decidiu participar no referendo.

Recorde-se que, o resultado deste referendo é histórico, visto que, a Irlanda é país de forte tradição católica e que conta com uma das legislações mais rígidas da Europa sobre esta questão.

Atualmente a lei em vigor determina que uma mulher só pode interromper a gestação se estiver em perigo de vida. A legislação foi feita há 35 anos e não contempla situações em que há má formação cerebral do feto ou casos de violação. Se uma irlandesa decidir interromper uma gravidez indesejada dentro do país pode ser condenada a 14 anos de prisão.

Legislação esta que vai agora mudar. De acordo com o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, o Governo defende que as mulheres devem ser autorizadas a interromper a gravidez nas primeiras 12 semanas, com assistência médica certificada, algo que, mais de metade dos irlandeses manifestaram concordar neste referendo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here