Estudantes do IFMA conquistam prêmios no Torneio Juvenil de Robótica

Estudantes do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus São Luís – Monte Castelo conquistaram duas premiações no Torneio Juvenil de Robótica (TJR): 3º lugar nas modalidades “Cabo de guerra” e “Multimidiático”. A competição foi realizada no Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), em Matões – MA, nos dias 17 e 18 de agosto. Com este resultado, as equipes estão classificadas para a etapa nacional do TJR, que será em João Pessoa – PB, de 06 a 08 de dezembro.

Três equipes formadas por alunos dos cursos técnicos em Eletrônica e Eletromecânica representaram o campus no torneio, sendo duas compostas por três componentes e uma equipe formada por dois integrantes, cada um responsável por uma parte do processo de fabricação, montagem e teste dos robôs. De acordo com o professor Almir Souza, que coordenou as equipes, o processo de preparação foi composto por três fases: idealização dos robôs, montagem e testes. A etapa de idealização reuniu as propostas dos membros das equipes, a fim de chegar a um projeto que realizasse as provas da melhor maneira possível. A fase da montagem dividiu-se em duas etapas, sendo elas programação e construção dos robôs, após o robô ser programado, iniciou-se sua construção. Por fim, chega a fase dos testes, uma das partes mais importantes, na qual o robô executa a tarefa destinada na competição.

O estudante Alex Carlos Junior expressa o sentimento de êxito com a conquista. “A sensação é incrível, não só por ter participado, mas por ter superado os próprios limites. Cada momento de dedicação no laboratório foi recompensador, pois durante as férias todas as equipes estavam se dedicando para a montagem dos robôs. Durante a preparação, o trabalho em grupo desenvolveu áreas intrapessoais e interpessoais como: dicção, planejamento individual e coletivo, disciplina e responsabilidade”. Ansiedade e preocupação tomaram conta das equipes, mas no final deu tudo certo, como relata Alex Carlos: “A sensação de ter esse sonho realizado é inexplicável. Poder olhar para trás e perceber que tudo o que foi feito valeu a pena, é imensamente gratificante e serve de motivação para as próximas etapas”.

O professor Almir Souza destaca o desempenho das equipes, que tiveram pouco tempo para a montagem do robô, além das dificuldades na programação e montagem das peças. Os alunos precisaram também contar com conhecimentos de Eletrônica para calcular quais equipamentos deveriam utilizar sem comprometer o rendimento do robô. “A conquista representa um grande passo para o desenvolvimento da Robótica no Campus, além da grande aprendizagem que os alunos adquirem por meio dos desafios que são colocados a cada modalidade. O êxito na Competição teve uma grande importância na motivação dos alunos e superou nossas expectativas, pois esta foi a primeira vez que a equipe participou de um evento de Robótica no Nível técnico”, aponta o docente.

Para a etapa nacional, as equipes estão corrigindo algumas falhas e melhorando o desempenho do robô.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here