Bebês morrem carbonizados em incêndio no Maranhão; Pais não estavam em casa

Duas irmãs gêmeas, de um ano de idade, morreram carbonizadas em um trágico incêndio em uma casa no bairro Agrovilinha no município de Central do Maranhão, no litoral maranhense, na noite de sexta-feira (24).

No momento do incêndio, os pais não estavam em casa porque tinham deixado os bebês aos cuidados de duas crianças, de oito e seis anos.

De acordo com a polícia, a causa do fogo teria sido um curto-Circuito ocorrido em um ventilador da casa. Após o incêndio, outras duas crianças que estavam na casa inalaram muita fumaça, mas conseguiram fugir e não correm risco de morte.

“Os pais deixaram duas crianças gêmeas em um quarto. Outras duas crianças, que seriam irmãos dos bebês, estariam em outro quarto. A fiação da casa é precária, de gambiarra e inclusive, perto do ventilador estava o berço e o colchão das crianças. Por isso o fogo os alcançou mais rápido”, afirmou o delegado de Pinheiro, Oseias Cavalcanti.

Os pais foram identificados como João Batista Ferreira e Dayane Soares de Almeida e devem responder pelo crime de abandono de incapaz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here