Analistas veem crescer possibilidade de não haver segundo turno nas eleições

As chances de não haver segundo turno nas eleições para presidente deste ano vêm aumentando. Se o padrão das eleições passadas, em que a proporção de votos inválidos ficou maior do que o previsto nas pesquisas, a probabilidade de o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ganhar o pleito no primeiro turno é bastante alta, já que ele apresenta mais de 30% das intenções de voto nas pesquisas mais recentes do Ibope e do Datafolha.

De forma reservada, a conta feita por analistas políticos é que a alienação este ano ficará em torno de 30%, e não 13% como vêm mostrando os levantamentos. Nas eleições de 2014, os votos brancos, nulos e as abstenções representaram cerca de 27% do total, e não 9%, como mostravam as pesquisas.

Caso a expectativa se confirme, o número de votos válidos será cerca de 70% do eleitorado. Portanto, o candidato que chegar a 35% do total de votos nas pesquisas tem grandes chances de ser eleito ainda no primeiro turno.

Bolsonaro é o único candidato cujas intenções de voto vêm demonstrando tendências de crescimento parecidas. Mas a probabilidade de esse cenário se confirmar ainda depende de ele levar os votos de outros candidatos — e as pesquisas vêm mostrando que Fernando Haddad, do PT, também tem conseguido herdar votos de concorrentes.

Outro ponto importante é que essa subida, rumo aos 35%, seja tão rápida como a onda que o fez crescer quatro pontos depois do último final de semana. Caso contrário, mesmo com o crescente aumento da alienação no eleitorado brasileiro, a disputa ainda poderá ser levada para o 2º turno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here