Meu pai quis me matar, eu quis justiça, diz vítima do ‘Crime do Papai Noel’…

Paulo Sampaio

30/12/2018 04h00

A publicitária Renata Guimarães Archilla, 39 anos, garante que não ficou abalada com a notícia de que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurelio Mello determinou a soltura do pai dela, o empresário Renato Grembecki Archilla, condenado a 14 anos de prisão por mandar matá-la. “O importante para mim foi a condenação. Eu queria justiça, fiquei aliviada. O que vem agora não me interessa, é como se não fizesse mais parte da minha vida. Quero tocar meus projetos, olhar pra frente”, diz ela, em entrevista exclusiva ao blog.

O crime

Nas vésperas do Natal de 2001, Renata foi abordada em um semáforo por um homem vestido de “Papai Noel”, que distribuía doces. Ao se aproximar do carro dela, ele sacou uma pistola Taurus 380 e efetuou três disparos, que a atingiram no braço e na boca. Ela perdeu todos os dentes da arcada superior e teve o maxilar triturado. Logo se descobriu que seu pai estava por trás do atentado. Renato Archilla sempre se recusou a assumir a paternidade da garota. A fim de se livrar da obrigação de pagar pensão alimentícia e de não ter de dividir a herança, ele contratou um matador para executá-la.

Pena aumentada Em fevereiro de 2017, mais de 15 anos depois do crime, um júri popular condenou Renato Archilla a dez anos e dez meses de prisão. O Ministério Público recorreu para aumentar a pena, e a defesa, para anular o julgamento. Em junho último, a 4a. Câmera do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) acolheu por unanimidade a apelação da promotoria, e aumentou a pena para 14 anos; ao mesmo tempo, negou o recurso da defesa. Archilla está preso desde 12 de dezembro. No dia 19, ele foi favorecido por uma decisão monocrática (individual) do ministro  Mello, que concedeu liminar para libertar condenados em segunda instância que não tiveram sua pena considerada transitada em julg… – Veja mais em https://paulosampaio.blogosfera.uol.com.br/2018/12/30/meu-pai-quis-me-matar-eu-quis-justica-diz-vitima-do-crime-do-papai-noel/?utm_source=chrome&utm_medium=webalert&utm_campaign=geral&cmpid=copiaecola

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here