O santista Gilmar Mendes nega liberdade a filho de Pelé

Àqueles que criticavam o espírito libertador do ministro do Supremo Tribunal Federal (STFGilmar Mendes e suspeitavam dele por ter autorizado que o pai de uma afilhada sua deixasse a cadeia, Gilmar atestou, de uma só vez, que sua caneta é imparcial e passa longe de ser um passe livre da cadeia. O ministro deixou de lado sua paixão pelo Santos e negou, na última sexta-feira, um habeas corpus a Edinho, ex-goleiro da equipe e filho de Pelé, ídolo-mor do time paulista e maior jogador de todos os tempos.

Condenado a 12 anos e dez meses de prisão por lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas e preso desde julho de 2017, Edinho pedia para recorrer em liberdade, mas continuará atrás das grades porque Gilmar entende que o habeas corpus impetrado no Supremo por seu advogado, Eugênio Malavasi, não pode ser analisado no STF enquanto recurso semelhante não for esgotado no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here