Líder de quadrilha da Bahia é preso em condomínio de luxo em Maceió

Uma ação conjunta do Núcleo de Inteligência (NI) da Delegacia Geral da Polícia Civil de Alagoas, com a Polícia Civil da Bahia, por meio do Departamento de Polícia do Interior (Depin), prendeu, na madrugada de sábado (03), o líder de uma das principais quadrilhas em atuação naquele estado, identificado como João Cleison Mota Carvalho, o “Didi”.

Envolvido em diversos homicídios, roubo a banco e tráfico de drogas, “Didi” era um dos homens mais procurados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) baiana. Ele pertencia ao catálogo do Baralho do Crime – que reúne fotos dos bandidos mais procurados da Bahia, onde era conhecido como “Valete de Paus”.

De acordo com o diretor do Depin (BA), delegado Flávio Góis, o traficante foi preso em Maceió, em apartamento no bairro de Ponta Verde. Ele foi transferido para Salvador com o apoio do Grupamento Aéreo (Graer) daquele Estado.

Didi estava sendo procurado após fugir do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em 2017. O traficante estava preso por roubo desde 2013. “Ele estava residindo em Alagoas, onde se passava por empresário, comprando e vendendo imóveis, terrenos e carros de luxo para lavar o dinheiro do tráfico”, explicou o delegado.

As investigações coordenadas pelo delegado Jorge Figueiredo, do Depin, apontam que Didi chegava a movimentar cerca de R$ 1 milhão, por mês. “Localizamos o traficante em Maceió, vivendo com familiares em um condomínio de luxo, como empresário”, salientou Figueiredo.

“Didi”, que faria parte do grupo chamado “Bonde do Maluco”, será apresentado à imprensa durante uma coletiva realizada no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Piedade (BA), nesta segunda-feira (5), às 9 horas.

Fonte: Redação com PC-AL e PC-BA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here