Mas, quem é Sérgio Moro?

O homem mais comentado no Brasil nos últimos anos tem 45 anos, nasceu em Maringá, no Paraná, é casado com a advogada Rosângela Wolff Moro, e é pai de 2 filhos.
Formou-se em 1995, pela Universidade Estadual de Maringá, aos 23 anos, época em que já atuava como advogado estagiário num escritório de advocacia. Em 1996, concluiu sua graduação pela Universidade Federal do Paraná, onde lecionava, e tornou-se Juiz neste mesmo ano. Em 1998, fez especialização em Harvard, EUA, aprimorando seus conhecimentos em LAVAGEM DE DINHEIRO. Depois de atuar como juiz na sede da Justiça Federal de Curitiba por alguns anos, assumiu em 2003 a 13ª Vara, onde passou a comandar operações que tinham envolvimento de corrupção. Em 2004, iniciou suas pesquisas sobre estratégias de “Delação Premiada” e divulgação de informações à imprensa.

O primeiro esquema de corrupção a nível nacional foi comandado em 2010 por Sérgio Moro, e chamou-se “Operação Banestado”, com a condenação de 97 pessoas. Em seguida veio a operação “Farol da Colina”, que decretou a prisão temporária de 103 pessoas envolvidas nas mais diversas modalidades de corrupção.

Moro é formado ainda em Antropologia, e é faixa preta de Karatê, Judô e Aikidô.

Após iniciar o comando da OPERAÇÃO LAVA JATO, em 2014, e tornar-se ícone nacional pela coragem e rapidez na elucidação dos crimes envolvendo políticos e grandes empreiteiras, Sérgio Moro foi eleito “O Brasileiro do Ano” pela revista ISTO É. E consagrado “Personalidade do Ano” pelo jornal O GLOBO. Também alcançou o 13º lugar na revista americana FORTUNE, como um dos maiores lideres mundiais.

A operação que projetou Moro a nível internacional, a Lava Jato, foi inspirada na Operação Mãos Limpas, ocorrida em Milão na Itália, e visava esclarecer casos de corrupção durante a década de 1990. Moro estudou este caso durante anos, até se especializar no assunto.

Mas, a projeção de Moro no âmbito da corrupção sistêmica não foi o único fator a torná-lo o Juiz Federal mais popular da atualidade. Seu sucesso profissional deve-se à seriedade com que executa sua tarefa, a integridade que lhe é própria, e a paixão que tem pela profissão que escolheu.
Um amigo da família, que o acompanha desde o inicio da carreira, ao ser questionado sobre Sérgio Moro, respondeu com ênfase:

“Moro estudou Maquiavel, e adota sua teoria. Por isso, não se permite recuar ou tomar decisões que possam ser contestadas por Tribunais Superiores. Ele age com inteligência e paciência, como um monge templário”

Postagem de Adyell Alves no Grupo Movimento Acorda Caias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here