Preço da gasolina aumentou no Maranhão, segundo a ANP

O Maranhão, que por muito tempo se destacou comercializar a gasolina mais barata no Brasil, perdeu esse posto. De acordo com recente levantamento de preços (5 a 11 deste mês) realizado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em 122 postos revendedores no estado, o valor médio do litro da gasolina corresponde a R$ 4,310. O preço é apenas o oitavo menor no país.

Segundo a pesquisa, o consumidor do Amapá é hoje quem adquire a gasolina mais barata no país, ao preço de R$ 3,919 o litro, seguido de Santa Catarina (R$ 4,113), Roraima (R$ 4,213), Mato Grosso do Sul (R$ 4,214), São Paulo (R$ 4,221), Paraná (R$ 4,253), Paraíba (R$ 4,307) e finalmente o Maranhão (R$ 4,310). O Acre tem a gasolina mais cara do Brasil, com o litro sendo comercializado a R$ 5,015.

Nos 122 postos de combustíveis pesquisados pela ANP em 12 cidades maranhenses, incluindo a capital, o menor preço médio nesse período foi verificado no município de São José de Ribamar, com o litro custando na bomba R$ 4,147. Em seguida vem São Luís, com preço médio de R$ 4,215 o litro.

Na capital, foram fiscalizados 49 postos em diversos bairros, tendo o valor da gasolina variado de R$ 4,040 na Fialho (posto de bandeira branca) a R$ 4,299 em pelo menos 19 estabelecimentos revendedores (incluindo postos com e sem bandeira).

A cidade de Codó registra a gasolina com preço médio mais elevado no estado, sendo o litro comercializado a R$ 4,682. No município, foram pesquisados seis estabelecimentos, sendo quatro pertencentes à única rede, vendendo o litro do produto a R$ 4,690. O valor mais em conta foi encontrado em outro posto, correspondente a R$ 4,650.

Etanol

Quanto ao etanol, o Maranhão é décimo mais barato no país, cujo litro é comercializado a R$ 3,572 em média, conforme pesquisa da ANP realizada em 42 postos de combustível, também no período de 5 a 11 deste mês.

De acordo com a pesquisa, a cidade de Balsas, que se destaca pela força econômica do agronegócio, registra o preço mais caro do etanol no estado, alcançando a média de R$ 3,850 o litro. Em três revendas no município em que a ANP realizou o levantamento, o valor na bomba varia de R$ 3,700 a R$ 4,100 o litro. O menor preço é encontrado em Açailândia, na média de R$ 3,439.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here