Ele saiu de casa para ver o que ameaçava seu cachorro e deu de cara com três feras prontas para atacá-lo

Na última terça-feira (9), um homem nos EUA teve a sorte de estar vivo depois que ele foi atacado por um animal feroz em seu próprio quintal. Andrew Meunier, de 41 anos, tinha deixado o cachorro sair de casa antes das 22h30. De repente, o animal rapidamente correu de volta para a residência, de acordo com um relatório do incidente feito pela Polícia do Condado de Collier, no estado da Flórida.

Andrew, então, saiu para fora da casa, tentando ver o que o que teria acontecido com seu pequeno cão, quando subitamente se deparou com um urso-negro em sua frente. Ele então viu que não havia um, mas três ursos que ficaram de pé, prontos para atacá-lo, a dois metros de distância.

“Estavam de pé na minha frente e tentei correr para a esquerda rapidamente e voltar para a casa, mas acabei levando uma patada no rosto dada por um dos ursos”, conta Andrew.

Mesmo ferido, ele conseguiu fugir e voltar para a casa com vários ferimentos em sua cabeça e peito. Imediatamente ele acionou o 911, que é o chamado de emergência nos EUA. A gravação da chamada mostra um Andrew calmo, explicando ao telefonista que ele tinha sido atacado por um urso e sangrava no rosto.

Ele foi rapidamente transportado numa ambulância para um hospital próximo para tratamento médico, enquanto os ursos já não estavam no local quando os policiais chegaram à residência. Na emergência, Andrew passou cerca de quatro horas para que os médicos consertarem o estrago em seu rosto: levou 41 pontos.

Em entrevista concedida a um canal de televisão local, Andrew brincou que a localização de seus ferimentos fazia parecer que ele tinha sido atacado por um famoso personagem dos X-Men: “Sinto que lutei com o Wolverine”.

“Tudo foi em câmera lenta. Foi tão assustador quanto você pode imaginar “, disse o homem ao canal de TV, descrevendo o momento do ataque. Todavia, ele mostrou bom humor e ficou sorrindo na entrevista, apesar dos ferimentos.

Andrew disse que o objetivo de dar a entrevista e mostrar seus ferimentos era o de garantir que outras pessoas não fossem feridas em um ataque furtivo semelhante ao seu. Ele exortou os moradores a estarem alertas.

A Florida Fish and Wildlife Commission está agora montando armadilhas na área próxima à casa de Andrew, na esperança de capturar os ursos. O ataque aconteceu numa área onde há uma grande escola de ensino médio, o que é preocupante para as autoridades. Os moradores disseram que os animais estão revirando as latas de lixo há algum tempo.

As estatísticas oficiais apontam que há cerca de 4 mil ursos negros vivendo no estado da Flórida. O número de ursos-negros tem crescido ao longo da última década, mas ainda não houve ataques fatais no estado nos últimos 25 anos.

O urso-negro americano

O urso-negro (Ursus americanus), também conhecido como baribal, é um urso norte-americano, encontrado do Alasca ao Norte do México. Alcança 2,20 m de comprimento, 1,10 m de altura na cernelha e 360 kg de peso.

O urso-negro geralmente vive cerca de 15 anos, mas alguns podem alcançar até 40 anos. É um bom nadador e pode correr a até 50 km/h. Sua pelagem pode ser de cor negra, marrom, bege ou branca. Algumas subespécies estão ameaçadas de extinção.

A aparência do urso-negro é a de um animal grande e feroz. No entanto, 70% de sua dieta consiste de material vegetal – frutos, nozes, gramíneas, raízes e seiva de árvores. Também se alimenta de carne, geralmente de pequenos mamíferos e peixes, raramente se alimenta de grandes animais. Gosta de vasculhar os depósitos de resíduos do homem.

Desde pequeno, o urso-negro tem grande habilidade para subir em árvores e montanhas. É principalmente um habitante da floresta, mas sua pelagem espessa permitiu que se dispersasse para o norte até os limites da tundra. No inverno, hiberna em uma toca, geralmente um oco sob uma árvore caída, dentro de um tronco toco ou em uma toca abandonada.

O urso-negro costuma se alimentar com frutos silvestres no outono, a fim de acumular gordura para hibernar. Logo ele procura um abrigo adequado à hibernação, durante a qual a temperatura do corpo, os batimentos cardíacos e a taxa respiratória diminuem para poupar energia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here